Se Cuidar
tá na moda.

O Outubro Rosa é um movimento internacional de mobilização contra o câncer de mama que surgiu nos EUA por volta de 1997. Desde 2008 o Brasil adotou a iniciativa que é coordenada no âmbito nacional pela FEMAMA. Em Cachoeiro, o GAPCCI desenvolve diversas ações alertando sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce como caminhadas, palestras, blitz, exposições, desfiles, entre outras ações.


 

O diagnóstico precoce, ainda é a maior arma para diminuição da mortalidade pelo câncer de mama. Independente da idade, todas as mulheres devem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A mulher precisa se observar para estar atenta a qualquer mudança no seio.

Dra. Sabina Aleixo

 
 
 
 

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE CÂNCER

1Câncer pode dar em qualquer parte do corpo?
Em princípio sim. O câncer atinge vários órgãos. Por exemplo, os mais comuns são encontrados na bexiga, mama, ovário, pulmão, cólon e reto, esôfago, estômago, endométrio (útero), rim, sangue (leucemia), pele, sistema linfático (melanoma), pâncreas (linfomas), próstata, tireoide, retina (do olho), ossos e cérebro. No entanto, alguns são mais frequentes que outros. No Brasil, as estimativas para 2015 indicam maior incidência de câncer de pele não melanoma, próstata, mama, colorretal e pulmão.
2Algum tipo de câncer é contagioso?
Não, nenhum tipo de câncer em si é contagioso, mas há doenças infecciosas que podem elevar o risco de câncer e algumas delas são transmitidas através do contato com líquidos corpóreos, como secreções vaginais, sêmen e sangue. Saiba mais sobre agentes infecciosos na página sobre Fatores de Riscos no nosso site.
3Por que os cabelos caem quando se faz quimioterapia?
Os fármacos utilizados são muito tóxicos e não distinguem sua ação entre células normais e cancerosas. Ou seja, os quimioterápicos inibem o processo de divisão celular e, assim, as células cancerosas que se encontram em alto estado de proliferação são as mais afetadas. O problema é que as células de alguns tecidos normais que também exibem esse padrão acabam morrendo do mesmo jeito em função do tratamento. As células que participam do crescimento capilar são um exemplo. Como os quimioterápicos as impedem de proliferar o cabelo acaba caindo. Quando cessa o tratamento, o cabelo volta a crescer. Outros tecidos também sofrem com a quimioterapia, como o fígado, os intestinos etc. Então, a pessoa em tratamento, além de perder os cabelos, pode sentir enjoo e mal estar.
4O laurel sulfato de sódio, presente em cosmético e produtos de higiene, é cancerígeno?
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou um parecer técnico afirmando que não foi encontrada, até a presente hoje, nenhuma publicação sugerindo que o laurel sulfato de sódio fosse dotado de atividade carcinogênica. O laurel sulfato de sódio é uma substância química utilizada em vários cosméticos e produtos de higiene pessoal como xampus, removedores de maquiagem, pasta de dentes, sais de banho, géis e é muito utilizada nas limpezas de pele. Acesse o link do Parecer Técnico da Anvisa sobre o tema: http://www.anvisa.gov.br/cosmeticos/informa/parecer_lauril.htm
5É seguro fazer as chamadas escovas progressivas, que contém formol?
O formol (ou formaldeído) é extremamente prejudicial à saúde humana, mesmo em pequenas concentrações. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não existem níveis seguros de exposição à substância. O formol é considerado cancerígeno pela Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (Iarc), desde junho de 2004. Após notícias sobre a contaminação de algumas marcas de leite, a ANVISA divulgou, em 9 de maio de 2013, um comunicado alertando que o consumo do produto com presença da substância não é seguro, em nenhuma hipótese. O que muitos não sabem, porém, é que o formol está presente em diversos produtos comuns no dia-a-dia das pessoas. A substância tóxica é encontrada, por exemplo, em alguns xampus, cremes para cabelo, desodorantes aerossóis, loções para a pele, maquiagens e removedores de cutícula. Além disso, materiais isolantes, compensados e tábuas finas, carpetes, tintas e vernizes, roupas e tecidos, fumaça do tabaco e alguns desinfetantes contêm também o formaldeído. Para evitar os efeitos maléficos do formol no organismo, mantenha sua casa sempre bem ventilada, com as janelas abertas, e diminua a umidade do ar por meio de aparelhos de ar condicionado e desumidificadores.
6Fazer unhas de acrigel aumenta o risco de câncer?
Essa técnica de aplicação de unhas, que tornou-se popular, apresenta efeitos colaterais se utilizada com frequência. Diversos estudos nos Estados Unidos e Europa apontam os riscos de desenvolvimento de câncer de pele nas mãos, devido à exposição frequente da região a raios ultravioletas provenientes das cabines de UV utilizadas para a secagem das unhas. Segundo a revista americana Archives of Dermatology, essas cabines apresentam os mesmos riscos que aquelas utilizadas para o bronzeamento artificial, proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde 2009. Já foram apresentados diversos casos de mulheres, sem histórico pessoal nem familiar de câncer de pele, que desenvolvem a doença devido ao uso frequente dessa técnica de aplicação e manutenção das unhas. Por isso, reduza os riscos e utilize esse recurso somente em ocasiões especiais e, quando utilizar, é indicado o uso de protetor solar nas mãos.
 
 
PARCEIROS DO GAPCCI

LOGO_HECICZLOGO_HECI
LOGO_FEMAMACZLOGO_FEMAMA