Banco de Perucas

O Banco de Perucas nasceu em 08 de abril de 2010, com a finalidade de atender a pacientes em tratamento de quimioterapia, cujo efeito, dentre outros, manifesta-se através da queda de cabelo. Sendo este um adorno natural do ser humano, sua perda reflete negativamente na autoestima do sujeito, o que afeta também a qualidade de resposta aos medicamentos e seu convívio social. Sabe-se que o bem-estar emocional contribui significativamente para o bem-estar físico. Portanto, visando o bem-estar dos usuários em sua totalidade, visto que muitos deles sofrem com os estigmas decorrentes da alopecia, que impacta diretamente em seu convívio comunitário e social, o Banco de Perucas funciona diariamente, disponibilizando o acessório – através de empréstimo – aos pacientes em tratamento. Para tanto, conta com uma sala exclusiva na Casa de Apoio, espaço este preparado para o atendimento que garanta a privacidade e acolhimento adequando aos usuários, sendo os mesmos atendidos por profissional capacitado em visagismo.

Além do empréstimo de perucas naturais (dentre as perucas que temos se o usuário não encontrar alguma que lhe agrade, há possibilidade de confeccionar o acessório de forma personalizada, para que fique o mais natural possível) o Banco oferece também doação de lenços. No ano de 2016, foram atendidos 97 pacientes no Banco de Perucas.

 

Caminhos

O Projeto Social “Caminhos”, surgiu da necessidade de romper com a monotonia decorrente dos longos períodos de tratamento e internação, levando alegria, descontração e, consequentemente, tornando mais agradável todo o processo. O Projeto que acontece na quimioterapia desde agosto 2013, com a presença de voluntários servindo café da manhã, estendendo-se à Clínica Oncológica, 2º andar do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim.

 

Previnir

O Banco de Perucas nasceu em 08 de abril de 2010, com a finalidade de atender a pacientes em tratamento de quimioterapia, cujo efeito, dentre outros, manifesta-se através da queda de cabelo. Sendo este um adorno natural do ser humano, sua perda reflete negativamente na autoestima do sujeito, o que afeta também a qualidade de resposta aos medicamentos e seu convívio social. Sabe-se que o bem-estar emocional contribui significativamente para o bem-estar físico. Portanto, visando o bem-estar dos usuários em sua totalidade, visto que muitos deles sofrem com os estigmas decorrentes da alopecia, que impacta diretamente em seu convívio comunitário e social, o Banco de Perucas funciona diariamente, disponibilizando o acessório – através de empréstimo – aos pacientes em tratamento. Para tanto, conta com uma sala exclusiva na Casa de Apoio, espaço este preparado para o atendimento que garanta a privacidade e acolhimento adequando aos usuários, sendo os mesmos atendidos por profissional capacitado em visagismo.

Além do empréstimo de perucas naturais (dentre as perucas que temos se o usuário não encontrar alguma que lhe agrade, há possibilidade de confeccionar o acessório de forma personalizada, para que fique o mais natural possível) o Banco oferece também doação de lenços. No ano de 2016, foram atendidos 97 pacientes no Banco de Perucas.


X